Atenção

Para compartilhar as atividades do Blog TEXTO EM MOVIMENTO em outros blogs é preciso ter autorização prévia. Para receber o gabarito, por favor sempre enviar seu email e verificar se está digitado corretamente pois muitos voltam. Ah, gabaritos só para professores. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Universo das fábulas - Ebook Grátis

Universo das fábulas
                         Ebook Grátis
A fábula, além de entretenimento, é uma ótima ferramenta pedagógica, e para desenvolver os comportamentos leitores e "escritores" dos alunos. A proposta desse trabalho é que, além de aprender sobre o gênero estudado, os alunos coloquem em prática a criatividade, a desenvoltura, o prazer de ler e de contar histórias. 
25 páginas
13 fábulas com atividades diversas
Sugestões de produção de texto




Clique abaixo para receber gratuitamente o ebook em PDF, via email

Interpretação 6ºano A leiteira e o balde

Algumas das questões foram adaptadas do SARESP

A LEITEIRA E O BALDE DE LEITE

Joana, carregando na cabeça um balde de leite, dirigia-se rapidamente para a aldeia. A fim de andar mais depressa, tinha posto uma roupinha ligeira e sapatos bem cômodos.
Ia leve como o vento. Em seu pensamento, já estava vendendo o leite e empregando o dinheiro.
– Compro cem ovos e ponho a chocar. Posso muito bem criar pintos ao redor da casa. Quando crescerem, vendo todos e tenho um bom lucro. Com esse dinheiro,
compro um leitãozinho. Em pouco tempo, terei um porco bem gordo, pois só comprarei se o leitão já for gordinho. Cobro um bom preço pelo porco e compro uma vaca. Terá que vir acompanhada de seu bezerrinho. Será uma graça vê-lo saltar pelo quintal.
Joana entusiasmada, saltou também. O balde caiu da sua cabeça, e o leite derramou-se no chão. Adeus bezerro, vaca, porco, leitão, ninhada de pintos!
A pobre Joana voltou para casa, com medo que o marido brigasse com ela.
– É fácil fazer castelos no ar, pensava. Nada mais gostoso. Na minha imaginação posso virar rainha, usar uma coroa de diamantes e ter súditos que me adorem. Nada disso dura muito: uma coisa à-toa acontece, e volto a ser Joana Leiteira.

(GÄRTNER, Hans & ZWERGER, Lisbeth. 12 fábulas de Esopo. Trad. ALMEIDA, Fernanda Lopes de. 7. ed. Rio de Janeiro: Ática, 2003).


Após ler o texto, resposnda:

1. Em “Será uma graça vê-lo saltar pelo quintal”, o termo sublinhado refere-se ao
(A) bezerro.              (B) porco.                    (C) pinto.               (D) leitão.

2. Ao planejar o seu futuro, a imaginação de Joana é marcada
(A) pela ousadia.                    (B) pelo pessimismo.     
(C) pela timidez.                     (D) pelo otimismo.

3. Com que dinheiro Joana compraria os cem ovos para chocar?


4. Em que momento os sonhos de Joana se desfazem?


5. Em “Adeus bezerro, vaca, porco, leitão, ninhada de pintos!”, a pontuação que encerra essa frase indica uma
(A) triste constatação.                  (B) extrema satisfação.
(C) reflexão duvidosa.                  (D) lembrança desagradável.

6. Qual o significado da expressão “fazer castelos no ar...”?

7. Qual desses provérbios pode ser a moral dessa fábula?
(A)Vão se os anéis, ficam os dedos.
(B)Quanto maior a altura, maior o tombo.
(C)Não se deve contar hoje com os lucros de amanhã.
(D)Mais vale um pássaro na mão do que dois voando.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Armandinho, o juiz - sugestão de atividade sobre regras



Texto de Ruth Rocha, uma aventura FUTEBOLÍSTICA, interessante para falar da importância das regras.
Todo início de ano letivo é preciso lembrar que para o bom funcionamento da escola todos precisam cooperar e cada um fazer a sua parte, como cumprir horários, entregar atividades no prazo certo, respeitar a todos, manter a escola limpa, cuidar do patrimônio...Após o texto há sugestão da atividade.



Armandinho, o juiz


Foi quando o Armandinho marcou uma falta do Edil.
     Eu nem sei contar direito como foi, só sei que saiu uma briga daquelas!
     A torcida entrou na briga e todo mundo apanhou.
     Mas quem mais apanhou foi o Armandinho, que saiu todo machucado. Precisou passar iodo e botar esparadrapo.
     Aí o Armandinho enfezou:
-         Sabe do que mais? Não quero mais ser juiz. Agora eu quero é jogar, me divirto muito mais e ninguém me chama de ladrão.
      Pra falar a verdade, a turma já estava meio enjoada daquele negócio de juiz, apitando toda hora, interrompendo o jogo.
      O segundo tempo já começou sem juiz.
      Logo de saída já houve uma dificuldade.
      Olha só! Duas bolas em campo. Enquanto o nosso time, o Estrela-d’Alva, atacava pra um lado, o Passa-por-Cima atacava pro outro, com outra bola.
      Foram dois gols de uma vez.
      E pra resolver qual das duas bolas é que valia?
     

sábado, 13 de dezembro de 2014

Lançamento do livro Dia a dia do professor- Revista Nova Escola

O dia a dia do professor – Nova Escola lança livro sobre os desafios em sala de aula

Fonte:
Jornal SupraBR - Por Fátima Pereira e Paulo Velasquez


Nesta última terça-feira, 09, aconteceu o lançamento do livro "O dia a dia do professor: como se preparar para os desafios da sala de aula”, publicado pela Fundação Victor Civita, em parceria com a Editora Nova Fronteira. O evento realizado na Livraria Cultura Bourbon Pompeia, em São Paulo, contou com as participações de Telma Vinha e Neurilene Martins, pedagogas e colunistas da revista NOVA ESCOLA, e Regina Scarpa, coordenadora pedagógica da Fundação Victor Civita.


Na ocasião, conversamos com a equipe da NOVA ESCOLA sobre os objetivos e as motivações da publicação do livro. Maggi Krause, diretora de conteúdo da Fundação, contou que havia muito material na revista Nova Escola que falava ao professor iniciante e ao professor que já estava na carreira, e havia desafios que são comuns a todos nas salas de aula. “Eu e a Regina, coordenadora pedagógica da revista, resolvemos lançar uma edição especial, dividimos em capítulos, e fizemos um livro para ter a marca da revista Nova Escola nas livrarias, o professor está nas livrarias”, finalizou.
Meu exemplar autografado pela Neuri. Eu como professora,
 jornalista e admistradora do blog não poderia de registar 
essa foto com Telma e Neuri, colunistas da revista e 
Regina Scarpa, coordenadora pedagógica da FVC (ao centro).