Atenção

Para compartilhar as atividades do Blog TEXTO EM MOVIMENTO em outros blogs é preciso ter autorização prévia. Para receber o gabarito, por favor sempre enviar seu email e verificar se está digitado corretamente pois muitos voltam. Ah, gabaritos só para professores. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Caio? Texto para interpretação - causo

Mais uma história para sacudir o esqueleto. Na interpretação, o quadro é útil para esquematizar e reforçar os elementos da narrativa.

Os causos são histórias fantásticas que podem ser engraçadas ou assustadoras, mas que devem ser contadas obedecendo a algumas regrinhas: um causo, para ser bem contado, tem que conferir às palavras entonação, ritmo e até mesmo sotaque e expressões interioranas. Esses elementos são fundamentais para capturar a atenção de quem ouve e provocar as mais diferentes sensações. 

Caio?

   De madrugada, acordou com uma voz cavernosa:
  - Caaaaaaio? Caaaaaaio? – a voz repetia.
   Acontece que o homem se chamava Caio. Ele estranhou muito e foi com custo que gaguejou:
  - A-a-a-qui.
   E na mesma hora um osso de perna caiu em cima dele. O homem gelou. Mas não adiantava correr, a assombração sabia até seu nome. Melhor era continuar deitado e se cobrir todinho. Dali a pouco o vozeirão recomeçou:
  - Caaaaaaio? Caaaaio?
  

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Ousadia - Interpretação crônica 8/9º ano

Ótima crônica para discutir a questão do preconceito. O texto já tem algumas décadas, mas o tema  é bem atual. O professor pode dividir a leitura em duas partes, para que os alunos façam suposições sobre o que vai acontecer, depois continuar a leitura do restante do texto e fazer as questões da interpretação sugeridas após o texto. Quem quiser gabarito para conferir é preciso enviar o email (correto, por favor) para resposta e se identificando como professor(a).

OUSADIA
Fernando Sabino

1ª parte

A moça ia no ônibus muito contente desta vida, mas, ao saltar, a contrariedade se anunciou:
- A sua passagem já está paga, disse o motorista.
- Paga por quem?
- Esse cavalheiro aí:
E apontou um mulato bem vestido que acabara de deixar o ônibus, e aguardava com um sorriso junto à calçada.
- É algum engano, não conheço esse homem. Faça o favor de receber. 
- Mas já está paga...
 Faça o favor de receber! – insistiu ela, estendendo o dinheiro e falando bem alto 
para que o homem ouvisse: - Já disse que não conheço! Sujeito atrevido, ainda fica ali me esperando, o senhor não está vendo? Por favor, faço questão que o senhor receba minha passagem.

terça-feira, 23 de junho de 2015

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Desafio: Qual o número da vaga?

Esse desafio é um teste de admissão da escola primária para crianças de seis anos, e para resolvê-lo leva  20 segundos (ao menos para as crianças de lá..).
Qual é o número da vaga que está encoberta pelo carro?É muito fácil, mas os adultos tendem a pensar muito...