segunda-feira, 21 de abril de 2014

Poema HISTÓRIA - Raul Bopp - Atividade

22 de abril - "Descobrimento" do Brasil . Esse poema é muito interessante para se discutir sobre a história do Brasil.

ATIVIDADE:

Qual o assunto desse poema?
Identifique os acontecimentos de nossa história presentes no poema...
Que diferenças você aponta entre o poema e o discurso tradicional da História?

HISTÓRIA  
(Raul Bopp)
                    
Nossa história é assim: 
Vamos pras Índias! 

Dias e dias os horizontes se repetem 
- Olha! Melhor mesmo é buscar vento mais pro fundo. 

Uma tarde um marujo disse: 
- Ué! Que terra é essa? 

Velas baixaram. E desembarcaram. 

- Terra como é teu nome? 
Cortaram pau Saiu sangue 
- Isso é Brasil! 

sábado, 19 de abril de 2014

Interpretação de texto - Carne no futuro pode ser artificial

Pode-se trabalhar tempo e modos verbais e interpretação de texto.  Adaptei para trabalhar as duas opções.
Carne no futuro pode ser artificial, diz estudo

Folha de São Paulo 17/08/2010
AGUINALDO MARINHEIRO 
DE LONDRES

Se você gosta de carne, corra para uma churrascaria, porque renomados cientistas acreditam que em 40 anos não haverá suculentos bifes para todo mundo. Muitos terão de comer carne produzida em laboratório. 
A advertência faz parte de uma série de 21 artigos científicos encomendados pelo governo britânico para projetar a situação alimentar do mundo em 2050. As conclusões: a população será de 9 bilhões de pessoas, e o consumo per capita de alimentos também crescerá, principalmente nos países em desenvolvimento. 

Por isso, será necessário aumentar muito a produção de alimentos. Haverá competição por terra e por água, e o preço da comida vai subir. Nos últimos anos, a tecnologia ajudou. Técnicas de plantio, melhora nas sementes e controle de pragas aumentaram a produtividade.
Na pecuária, estudos genéticos, inseminações artificiais e redução de doenças fizeram os animais terem mais peso (30% a mais no caso das vacas desde 1960) e darem mais leite (30% a mais por vaca no mesmo período). 

sexta-feira, 18 de abril de 2014

LER DEVIA SER PROIBIDO - Guiomar de Grammont

O texto abaixo expõe claramente o poder da leitura, com ironia, a autora argumenta que ler é indispensável para a vida. Esse texto é ótimo para se discutir a importância da leitura.
 Após o texto coloquei algumas sugestões.

Ler devia ser proibido
 texto de Guiomar de Grammont*

A pensar fundo na questão, eu diria que ler devia ser proibido. Afinal de contas, ler faz muito mal às pessoas: acorda os homens para realidades impossíveis, tornando-os incapazes de suportar o mundo insosso e ordinário em que vivem. A leitura induz à loucura, desloca o homem do humilde lugar que lhe fora destinado no corpo social. Não me deixam mentir os exemplos de Don Quixote e Madamme Bovary. O primeiro, coitado, de tanto ler aventuras de cavalheiros que jamais existiram, meteu-se pelo mundo afora, a crer-se capaz de reformar o mundo, quilha de ossos que mal sustinha a si e ao pobre Rocinante. Quanto à pobre Emma Bovary, tomou-se esposa inútil para fofocas e bordados, perdendo-se em delírios sobre bailes e amores cortesãos.
Ler realmente não faz bem. A criança que lê pode se tornar um adulto perigoso, inconformado com os problemas do mundo, induzido a crer que tudo pode ser de outra forma. Afinal de contas, a leitura desenvolve um poder incontrolável. Liberta o homem excessivamente. Sem a leitura, ele morreria feliz, ignorante dos grilhões que o encerram. Sem a leitura, ainda, estaria mais afeito à realidade quotidiana, se dedicaria ao trabalho com afinco, sem procurar enriquecê-la com cabriolas da imaginação.