Atenção

Para compartilhar as atividades do Blog TEXTO EM MOVIMENTO em outros blogs é preciso ter autorização prévia. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

domingo, 3 de julho de 2011

Palestra sobre profissões agita o Tibério

Alunos das  8as. séries da EMEF Tibério Justo as Silva participam de palestra sobre profissôes
Abrindo o ciclo de palestras com temas ligados às profissões, na quarta-feira, 25 de maio, aproximadamente 120 alunos  participaram da palestra ministrada pelo professor Ronaldo Ferras de Moraes, graduado em educação Física, pós-graduando em Esportes de Aventuras, árbitro confederado e atualmente professor de Informática na rede municipal.
Ronaldo contou sobre sua trajetória desde o primeiro emprego em uma pequena confecção de máscaras. Como a maioria dos jovens, saiu do ensino médio sem saber qual profissão escolher. Graças ao incentivo de uma amiga, que sabia de sua habilidade para esportes, sobretudo o futebol, resolveu cursar Educação Física.  O professor comentou sobre o curso, as dificuldades financeiras para pagar a faculdade, já que naquela época não existiam tantos incentivos e programas governamentais para bolsas de estudos. Ronaldo destacou a diversidade de atuação do profissional de educação física: educação, academias, recreação, esportes em geral, empresas (ginástica laboral), entre outras. Falou sobre a questão do futebol, já que muitos alunos treinam em clubes da região e manifestam o desejo de se tornarem jogadores profissionais. Com sua experiência na juventude, participando de várias “peneiras” e depois como árbitro, conheceu de perto as dificuldades de jovens que tentam se profissionalizar no futebol.
Além de esclarecer sobre sua área de formação, o professor Ronaldo trouxe temas relevantes para a formação dos jovens, como a importância dos estudos, da busca do conhecimento, independente da área a ser escolhida.  Ao final da palestra, os alunos fizeram perguntas e tiraram dúvidas.
A receptividade, por parte dos alunos, foi muito boa. Além de ampliaram seu conhecimento sobre a Educação Física,  perceberam que  para se dar bem, não só na profissão, como na vida,   precisam  de  três coisas: conhecimento, habilidade e atitude, como bem enfatizou Ronaldo.