Atenção

Para compartilhar as atividades do Blog TEXTO EM MOVIMENTO em outros blogs é preciso ter autorização prévia. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Interpretação de notícia: Erro de grafia leva polícia a prender quadrilha

Erro de grafia leva polícia a prender quadrilha
Grupo preso em condomínio é suspeito de roubar R$ 15 mi da protege. Erro de português denunciou ação do bando

Um erro de português levou a polícia a prender oito integrantes de uma quadrilha de assaltantes, suspeita de roubar R$ 15 milhões da sede da transportadora de valores Protege, na Água Branca (zona oeste), em setembro.
O grupo se preparava para invadir um condomínio de luxo na Lapa (zona oeste) anteontem e foi descoberto porque, do lado de fora do Fiat Dobló que seria usado para entrar no local, os bandidos usaram adesivos com a inscrição "Impório Santa Maria", em referência a um conhecido empório da cidade. Sob o nome da empresa havia ainda um endereço eletrônico falso: www.isantamaria.com.br.
No Dobló foram presos três homens e com eles havia ferramentas usadas para arrombar cofres. Outros quatro homens, fortemente armados, foram presos em outro veículo na mesma rua. No carro havia dois fuzis, uma metralhadora e duas pistolas, além de radiocomunicadores, coletes à prova de bala e camisetas similares às da Polícia Federal.
De acordo com o delegado Ruy Ferraz Fontes, do Deic (Departamento de Investigação Sobre Crime Organizado), a polícia chegou até o grupo anteontem por meio de investigação sobre o crime da Protege. "Tínhamos uma informação de que roubariam ontem [anteontem] às 11h e que entrariam no condomínio disfarçados de entregadores."

Para a prisão, foi montada uma grande operação, que contou com cerca de 40 policiais e um helicóptero da polícia. "Estávamos preparados porque é uma quadrilha violenta. Do ponto de vista operacional, são muito bons. Mas, do ponto de vista gramatical, são péssimos."
Segundo o delegado, o bando também seria responsável pelo roubo de um carro forte, em agosto, no estacionamento do Carrefour, no Morumbi (zona oeste).
"Essa quadrilha trabalha com informações privilegiadas", afirma o delegado. Para ele, houve facilitação de funcionários do condomínio para o planejamento do roubo frustrado anteontem. O oitavo suspeito, um comerciante, foi preso em seu bar, usado como ponto de encontro do bando.  (Carla Monique Bigatto 10/11/2007)


1.Identifique na notícia:
Título da notícia:
Subtítulo:
Veículo de publicação:

2.Releia os dois primeiros parágrafos e preencha o quadro:
a)O fato (o que aconteceu)


b)Lugar(onde aconteceu)


c)Participantes
(os envolvidos no fato)

d)Tempo
(quando aconteceu)

e) Por que aconteceu (as causas)



3. Apesar da “quadrilha” parecer bem organizada e esperta, foi presa por um erro muito simples. Qual?

4.Por que o trecho "Tínhamos uma informação de que roubariam ontem [anteontem] às 11h e que entrariam no condomínio disfarçados de entregadores." Está entre aspas?

5. A quadrilha já era investigada por outro crime. Qual?

6.Explique a fala do delegado:
“Do ponto de vista operacional, são muito bons. Mas, do ponto de vista gramatical, são péssimos."

Um comentário:

  1. Olá, Fátima,

    Seu material é muito bom! Parabéns!

    Ani

    ResponderExcluir