Atenção

Para compartilhar as atividades do Blog TEXTO EM MOVIMENTO em outros blogs é preciso ter autorização prévia. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

terça-feira, 31 de maio de 2016

Interpretação crônica 9º ano - A última crônica

            Essa crônica é muito conhecida e faz parte da Coletânea da Olimpíada de Língua Portuguesa. Aproveitando para trabalhar algumas questões de interpretação e discussão de alguns temas, como preconceito, família, valores...
     
                             A última crônica 

            A caminho de casa, entro num botequim da Gávea para tomar um café junto ao balcão. Na realidade estou adiando o momento de escrever. A perspectiva me assusta. Gostaria de estar inspirado, de coroar com êxito mais um ano nesta busca do pitoresco ou do irrisório no cotidiano de cada um. Eu pretendia apenas recolher da vida diária algo de seu disperso conteúdo humano, fruto da convivência, que a faz mais digna de ser vivida. Visava ao circunstancial, ao episódico. Nesta perseguição do acidental, quer um flagrante de esquina, quer nas palavras de uma criança ou num incidente doméstico, torno-me simples espectador e perco a noção do essencial. Sem mais nada para contar, curvo a cabeça e tomo meu café, enquanto o verso do poeta se repete na lembrança: “assim eu quereria o meu último poema”. Não sou poeta e Estou sem assunto. Lanço então um último olhar fora de mim, onde vivem os assuntos que merecem uma crônica.


 1.Identifique:
Foco narrativo:
Cenário:
Tempo:
Personagens principais:

2.Qual a profissão do narrador? Retire um trecho do texto que justifique sua resposta.


3..Ele conta que entrou no botequim para tomar um café. Mas qual era o real motivo?


4..Releia o trecho “Três seres esquivos que compõem em torno à mesa a instituição tradicional da família, célula da sociedade.”,
a) Quem são esses “três esquivos”?
b) O que eles estão fazendo ali?

      5. Observe o início do 2º parágrafo.
a) Que termo usado pelo narrador tem um tom pejorativo?
b)O casal senta-se no fundo do botequim. Qual seria o motivo?


6.No texto “A última crônica” há ideia de discriminação? De que tipo?
Escreva um comentário sobre seu ponto de vista.

7.Reescreva o trecho que mostra a pobreza das personagens.

8.Que sentimentos indicam o  uso de  diminutivos (arrumadinha, negrinha, menininha, fitinha) ao se referir à menina?

9.No desfecho, o que sente o narrador quando o pai sorri para ele?

10.Qual das alternativas melhor define o tema dessa crônica:

(   ) Botequim não é lugar para festas de crianças.
(   ) O preconceito racial e social.
(   ) Uma família humilde, mas que não deixa a dura realidade da pobreza afetar o amor, o carinho familiar.
(   ) As grandes dificuldades para se escrever uma crônica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário